Aula 07 - Realizando persistência de dados (vanilla)




Nessa aula iremos abordar como utilizar a persistência de dados utilizando o MySQL e um driver já fornecido pelo PHP por meio de uma função chamada "mysqli". Essa forma de conectar-se ao banco de dados é eficiente, porém não é recomendada para aplicações de maior porte. 

1- Instalação da base de dados

A primeira coisa que devemos ter em nossa máquina é o banco de dados instalado e configurado. Recomendo-lhes baixar o banco de dados do site oficial do MySQL. Para esse exemplo estarei utilizando o MySQL 5.7.


2- Criando o banco de dados e a tabela

O banco de dados pode ser operado via linha de comando ou utilizando o MySQL workbench. Abaixo o código SQL para geração do banco de dados e tabela:

Create Database phpmysql;

use phpmysql;

CREATE TABLE`phpmysql`.`pessoa` (
  `idpessoa` INT NOT NULL AUTO_INCREMENT,
  `nome` VARCHAR(200) NULL,
  PRIMARY KEY (`idpessoa`))


3- Criando um formulário em php para inserir

O formulário php é muito simples e recebe os dados enviados para ele mesmo por POST e faz uma transação com o banco de dados. Veja o exemplo de código:


<html>
    <head>
        <meta charset="UTF-8">
        <title>Inserindo no banco de dados</title>
    </head>
    <?php
    if (isset($_POST['nome'])) {
        $servername = "localhost";
        $username = "root";
        $password = "12345";
        $dbname = "phpmysql";
        $conn = new mysqli($servername, $username, $password, $dbname);
        $nome = $_POST['nome'];
        $sql = "insert into pessoa (nome) values ('" . $nome . "');";

        if (!$conn) {
            die("Connection failed: " . mysqli_connect_error());
        }

        if ($conn->query($sql) === TRUE) {
            echo "New record created successfully";
        } else {
            echo "Error: " . $sql . "<br>" . $conn->error;
        }

        $conn->close();
    }
    ?>
    <body>
        <form action="index.php" method="POST">
            <input name="nome" type="text" placeholder="Digite o nome"/>
            <input type="submit"> 
        </form>
    </body>
</html>


Vale a pena notar alguns detalhes: 

1- A conexão com a base de dados é feita quando a variável "nome" existe na variável do PHP $_POST.
2- A SQL criada é uma string qualquer e utiliza o parâmetro para inserir no banco
3- As técnicas de reaproveitamento de código não foi aplicada neste exemplo. 

4- Conclusão

O exemplo criado é feito sem utilizar nenhum framework ou driver externo, sendo assim chamamos essa implementação de vanilla. Essa forma de persistência muitas vezes não é a mais indicada, recomendamos que o aluno busque formas de otimizar a persistência, visto que conectar-se a um banco de dados é muito "caro" para a aplicação.



Aula 07 - Realizando persistência de dados (vanilla) Aula 07 - Realizando persistência de dados (vanilla) Reviewed by Vinicius dos Santos on 07:57:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Escreve ai sua opinião!