Advertisement

[POO] Aula 03 - Conhecendo a Linguagem - variáveis, tipos de dados, operadores

1- Introdução

Para conhecer uma linguagem é necessário entender como “falar”, saber quais os termos usados e principalmente como eles são estruturados. É claro que neste curso não estamos falando de línguas como o Português ou Inglês (mesmo que esta lógica também se aplique a eles). A linguagem Java possui, assim como outras linguagens, blocos de código e ferramentas que precisam ser compreendidas. Estas ferramentas são a base da programação, por exemplo:  estruturas condicionais, laços de repetição,  variáveis, vetores, etc. Ao memorizar estas estruturas você estará apto a começar a compreender como a programação orientada a objetos funciona.

2.       Variáveis


É comum na vida cotidiana trabalharmos com tipos diferentes de dados, por exemplo: tempo (minutos, horas, dias) ou com unidades monetárias ( Reais, Dólares, Euro) ou distância (metros, centímetros), entre outros. As linguagens de programação necessitam dessa informação também, sendo assim, a forma de suprir esta necessidade foi a criação de tipos de variáveis.
Assim como em qualquer linguagem de programação de alto nível, a manipulação de valores é feita através de variáveis. Estas variáveis são definidas pelo programador com o intuito de ser um container de um valor. Assim como na vida real precisamos definir quais são os tipos diferentes de informação iremos trabalhar.

1.1.  Tipos primitivos

Como tipos primitivos entendemos aqueles tipos de informação mais usuais e básicos. São os habituais de outras linguagens de programação. Descreveremos algum dado para ter em conta em cada tipo.

Tipo
Descrição
Boolean
Não é um valor numérico, só admite os valores true ou false.
Char
Usa o código UNICODE e ocupa cada caractere 16 bits. Permite armazenar apenas um caracter.
Inteiros:
Aceita apenas números sem nenhuma casa decimal e podem ser positivos ou negativos. Byte: 1 byte, Short: 2 bytes. Int: 4 bytes. Long: 8 bytes.
Reais em ponto flutuante
Aceita valores com casas decimais e são diferentes de acordo com a quantidade de casas decimais que aceitam. Float: 4 bytes. Double: 8 bytes.


1.2. Tipos complexos

Um tipo complexo nada mais é do que um agrupamento de tipos primitivos, certo? Errado! –Isso em algum momento ao aprender a linguagem C pode ser verdade, entretanto, já no início deste curso deixamos claro que esta visão já não faz parte da orientação a objetos. Um tipo complexo é uma classe com atributos e métodos que pode ser instanciada. É claro que iremos discutir este assunto mais profundamente no decorrer do curso.

      2.       Declarando variáveis

Declarar variáveis em Java é a forma com que o programador diz que uma variável vai passar a existir. Quando declarada uma variável é “criada” na memória, assim o programador pode atribuir valores a ela, desde que este valor esteja de acordo com o tipo da variável.

Para realizar a declaração o Java segue o padrão:

NomeDoTipo (ou classe)  NomeDaVariavel;

Por exemplo:

int a;

No exemplo acima a palavra “int” refere-se ao tipo inteiro e “a” é o nome atribuído para a variável. O nome da variável (que também pode ser chamado de identificador), para que seja válido, deve começar por uma letra do alfabeto ou algum caractere especial ($, _ ). É possível que no momento da instanciação da variável ela seja inicializada, veja o exemplo:

int b = 1;

O Java coloca como restrição de uso das variáveis a inicialização, ou seja, se declararmos uma variável e não a inicializarmos, o compilador não compilará o código e avisará que a variável não foi inicializada.

3.       Operadores


As operações matemáticas são mais do que comuns na programação e são utilizados também na linguagem Java. Porém dependendo do contexto utilizado os operadores podem se comportar de maneiras diferentes. Acompanhe na tabela 1, 2 e 3:

Tabela 1: Sinais matemáticos utilizados para realizar operações em Java.

Operação
Operador
Expressão algébrica
Expressão Java
Adição
+
a + 1
a +1
Subtração
-
b -2
b -2
Multiplicação
*
cm
c * m
Divisão
/
d / e
d / e
Resto
%
f mod g
f % g

Tabela 2
: Sinais que expressam a igualdade ou a diferença

Operadores de igualdade
=
==
x == y
x é igual a y
?
!=
x!= y
x é diferente de y

Tabela 3:
Sinais que comparam variáveis de acordo com sua grandeza.

Operadores relacionais
> 
> 
x > y
x é maior que y
< 
< 
x < y
x é menor que y
>_
>=
x >= y
x é maior que ou igual a y
<_
<=
x <= y
x é menor que ou igual a y

3. Conclusão

Com a declaração de variáveis e a utilização dos operadores matemáticos e lógicos é possível executar operações simples na programação. É claro que esta parte é só o começo, iremos muito mais a fundo neste curso, até a próxima!


Referências

“Tipos primitivos e variáveis em Java” González, V.B; disponível em: <http://www.devmedia.com.br/tipos-primitivos-e-variaveis-em-java/3149/> Acesso em: 12/08/2016.

“Operadores lógicos e matemáticos da linguagem Java” Vinicius, T. Disponível em: <http://www.devmedia.com.br/operadores-logicos-e-matematicos-da-linguagem-java/25248> Acesso em: 12/08/2016.



Nenhum comentário

Conta pra mim sua opinião!

Fale comigo