[Artigo] Negacionismo da ciência, COVID-19 e arrogância científica



Com a pandemia de COVID-19 causada pelo coronavírus, atualmente o mundo enfrenta diversas crises simultâneas. A crise essencialmente sanitária, assim como a figura mitológica da Medusa, possui diversas cabeças. Colapso no sistema de saúde, funerário, econômico e diversos problemas sociais derivados da crise. 

O Brasil foi um dos países que teve mais tempo para compreender melhor como essa crise seria e mesmo assim não foi o suficiente. O brasileiro hoje oscila entre o medo da pandemia e o enfrentamento da crise com argumentos baseados em coisa alguma. O governo do Brasil polarizou a crise sanitária e, hoje, a ciência tornou-se algo dispensável, ou seja, apenas a opinião dos governantes são suficientes para validar argumentos.

A minha pergunta sobre isso tudo é: a ciência tem culpa?

Nesse contexto, a ciência tenta fazer seu trabalho e advertir que muitas soluções mágicas são extremamente perigosas. Essa não é uma novidade. Em 1950 lidamos com o caso da administração de talidomida em gestantes para combater enjoos. O que ninguém sabia ainda era que uma simples isomeria na molécula, poderia ocasionar a má formação de fetos, ao invés do efeito sedativo pretendido. Essa é uma clara demonstração do que acontece quando não há evidências suficientes para se adotar uma "verdade absoluta". 

Os cientistas muitas vezes se isentam da culpa dessa ignorância brasileira, porém, existem algumas atitudes que acabam por afastar as pessoas da ciência. Nesse contexto podemos dizer que os cientistas não souberam, por muitos e muitos anos, comunicar o que a ciência traz de benefício para as pessoas.  Não é possível generalizar essa situação para todo o Brasil, nem muito menos para todo o mundo. No entanto, existem diversas pessoas que gostam de falar difícil pra que as palavras técnicas validem seus argumentos. Muitos acreditam que calar um ignorante para encurtar uma longa discussão é o melhor caminho e fizeram isso por anos. Atualmente, pagamos o preço por tantas vezes que pessoas da ciência tiveram "preguiça" de se manter acessível às pessoas mais simples. 

A arrogância do cientista hoje cobra um preço muito alto de todos no Brasil. O vírus não se importa com argumentos, ele simplesmente escolhe sobreviver e se multiplicar. Porém, o negacionista de hoje é aquele que, ontem, veio até você, cientista, tentando entender o que você faz, e você respondeu: "ahn, deixa pra lá, vamos falar de futebol".
[Artigo] Negacionismo da ciência, COVID-19 e arrogância científica [Artigo] Negacionismo da ciência, COVID-19 e arrogância científica Reviewed by Vinicius dos Santos on 13:35:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Escreva aí sua opinião!