A chegada - uma nova visão sobre a linguagem



Esse review originalmente foi escrito por Melissa Andrade do site MediaGeek

Aqui estamos nós para indicar a vocês mais um filme para assistir que possui várias reflexões interessantes sobre a linguagem. Esse filme foi lançado em 2016 e foi dirigido por Dennis Villeneuve.

O filme custou 47 milhões de dolares e rendeu mais de $100 milhões segundo o IMDB. Nesse mesmo site o filme ganhou 7.9 de pontuação e vários reviews interessantes.

1- O Filme




Esqueça os filmes de invasão alienígena que já assistiu. Não existe uma enorme nave mãe pairando sobre diversos países, não tem alienígenas capturando pessoas na rua, não tem a Casa Branca explodindo, não tem música específica para o contato, o filme de Denis Villeneuve deixa os estereótipos de lado e explora a base de toda civilização: a comunicação.

Num dia comum, doze estranhas naves se posicionam estrategicamente ao redor do globo e ali permanecem. Não emitem nenhum som, não afetam a atmosfera do local, não atacam as cidades. Apenas, ficam ali. Óbvio que os objetos estranhos despertam a tensão nas autoridades dos países que decidem entender melhor o que está acontecendo e após uma primeira tentativa de comunicação, o governo americano decide contactar a especialista em linguística Louise Banks vivida por Amy Adams e leva-la até o local do pouso. A Dr.Banks vai trabalhar ao lado de Ian Donnelly, um Físico vivido por Jeremy Renner.



Os alienígenas permitiram que os humanos entrassem em sua nave provendo o ambiente correto a fim de melhor se comunicarem. Entretanto, conforme os dias vão passando e a complexa escrita dos Heptapods não é desvendada com tanta rapidez, aumenta a tensão nos demais países, principalmente a China que decide romper comunicação com os demais onze locais, colocando assim um cronômetro sobre a cabeça da Dra. Banks que tem certeza que consegue desvendar a mensagem que os Heptapods querem passar. Todavia, isso será feito com muito custo e, especialmente, muita coragem.




2- Detalhes da trama

A Chegada tem roteiro inspirado no premiado conto Story of Your Life de Ted Chiang e é difícil fazer apontamentos sobre esse filme sem discorrer sobre o brilhantismo do roteiro e a maneira como é apresentado ao público. Villeneuve vai além dos costumeiros filmes de invasão alienígena onde pouco ou nada vemos sobre os esforços para que um contato real se estabeleça a não ser o clássico, atire primeiro e pergunte depois. Tomando como base o conto, o diretor dá mais enfoque a comunicação tendo como peça central a personagem da Dra. Banks que deixa claro em todos os momentos como é primordial que se mantenha um contato com todos os países, fazendo trocas de informação, para que nada precipitado ocorra. Porém, o principal do roteiro são os truques que o idioma nos revela. Como, por exemplo, usar um tom de voz específico para transmitir uma ideia e que pode ser interpretado de modo completamente diferente por aquele que está recebendo a informação. As nuances dos diferentes idiomas e os cuidados que devemos ter com as palavras. Em especial com um idioma extremamente complexo como os dos Heptapods e que dependendo de quem traduzir, pode ganhar um significa inteiramente diferente. Afinal, são doze países distintos “sediando” essas naves, cada qual com suas peculiaridades do idioma, cultura, vivência e, porque não, estratégias militares. A Chegada ressalta o idioma como principal barreira e não a possível ameaça vinda do espaço.


Denis Villeneuve explora através da atuação singular de Amy Adams o esforço que é preciso fazer para ser ouvido, mas não apenas isso, o ato de ouvir alguém, é precisa também prestar atenção no que está sendo dito, o que é representado nos personagens de Jeremy Renner e Forest Whitaker. E tudo feito numa montagem única, utilizando o tempo como maior arma para explicar a história do longa e a forma como tudo se encaixa na vida da Dra. Banks e tem efeito direto nos acontecimentos.
A chegada - uma nova visão sobre a linguagem A chegada - uma nova visão sobre a linguagem Reviewed by Vinicius dos Santos on 05:21:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Escreve ai sua opinião!