[Artigo] Ensino de programação para crianças e adolescentes





Muitas pessoas acreditam que a programação é algo acessível apenas para quem gostaria de trabalhar com ciência da computação. Realmente, pessoas que trabalham com ciência da computação, na maioria das vezes trabalham com essas linguagens. No entanto, a codificação não é algo restrito a essas pessoas. Aprender a codificar pode expandir a capacidade do seu cérebro em pensar logicamente e compreender os problemas por partes.

Quando criança, sempre tive muita dificuldade em diversas disciplinas relacionada as ciências exatas. Essa dificuldade se estendeu por muitos anos até que eu conseguisse compreender a forma correta de estudar. Passei pelo ensino médio, graduação e ainda assim essa limitação quanto ao meu pensamento lógico ainda permaneceu. Isso só mudou quando comecei a estudar a lógica de programação na universidade. A partir disso, tudo fazia mais sentido e a progressão da complexidade dos problemas só deixava as tarefas mais excitantes. 

Crianças e adolescentes são ensinados desde cedo que devem decorar formulas, resolver expressões, decorar a tabuada, etc. É claro que a memorização é um processo necessário na vida acadêmica. Porém, todos que avançam a níveis superiores da educação chegam em um nível tão alto que não existe a possibilidade de decorar tudo que há disponível. Decorar a tabuada de 10 números é relativamente simples, agora pense como seria para decorar o todas as regras de milhares de linguagens línguas diferentes.

As crianças e adolescentes quando incentivadas a estudar programação, podem usufruir de diversos recursos únicos que apenas quem conhece o poder da computação tem acesso.


1- Mas sou muito novo, não tenho idade para isso...

Para derrubar esse argumento, apresento-lhes Marcos Henrique. Esse programador "mirim" surpreende qualquer um que trabalha na área falando de assuntos complexos de forma simples. Marcos defende que lógica pode ser aprendida para resolver problemas do cotidiano e é muito importante para o curriculum de qualquer um.

Marcos tem um canal no youtube onde grava conteúdos extremamente didáticos e que inspiram qualquer um a fazer o mesmo. Os projetos executados por Marcos muitas vezes são esperados de alunos de nível universitário.  Sendo assim, se você tinha alguma desculpa para dizer que programação era apenas para adultos... Já pode tirar esse argumento da cabeça. 




2- Não existe material para o público jovem


Para desconstruir esse argumento, apresento-lhes o Code.org. Esse website apresenta muitos conteúdos interativos, divertidos e preparados para crianças e adolescentes que gostariam de aprender a programar. 

O vídeo abaixo mostra diversas pessoas do mundo inteiro apoiando essa causa:




Alguns famosos como Shakira, Neymar, Obama aparecem no vídeo defendendo que o mundo está mudando e as pessoas precisam se adaptar a essa nova realidade. Existem alguns "monstros" da área, como: Bill Gates, Mark Zuckerberg. Essas pessoas aparecem do lado de crianças que dizem que começaram a programar na ainda muito jovens.

Esse website possui uma interface para professores e uma para alunos. As interfaces são preparadas para cada um e o professor pode acompanhar o progresso do aluno em cada etapa do seu aprendizado. 

3- Futuro

O mundo está em um processo de renovação das formas com que as pessoas aprendem. O ensino a distância se torna cada dia mais necessário e muitas vezes mais eficiente que o ensino presencial. Crianças e adolescentes precisam ter em mente que não haverá nenhum emprego no futuro que não fará uso da tecnologia. Portanto, se não houver apoio a criança desde cedo a ingressar no aprendizado da lógica de programação, não será possível aproveitar as oportunidades que esse conhecimento pode trazer.

[Artigo] Ensino de programação para crianças e adolescentes [Artigo] Ensino de programação para crianças e adolescentes Reviewed by Vinicius dos Santos on 13:42:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Escreva aí sua opinião!