Advertisement

Aula 06 - Criação e exposição de APIs com web services



1-              Introdução

Nessa aula iremos entender o que é, como funciona e como construir um Web Service. Ao final dessa aula você irá perceber que ela é apenas uma consolidação do estudo feito até o momento.
O nome “Web Service” pode ser traduzido como serviço web. Até faz algum sentido, visto que esse tipo de aplicação não possui uma interface amigável com o usuário, mas sim apenas uma interface de comunicação por meio de uma forma padrão de dados.

2-              Definição

Web Service é uma solução utilizada na integração de sistemas e na comunicação entre aplicações diferentes. Com esta tecnologia é possível que novas aplicações possam interagir com aquelas que já existem e que sistemas desenvolvidos em plataformas diferentes sejam compatíveis. Os Web Services são componentes que permitem às aplicações enviar e receber dados. Cada aplicação pode ter a sua própria "linguagem", que é traduzida para uma linguagem universal, um formato intermediário como XML, Json, CSV etc.
Para as empresas, os Web Services podem trazer agilidade para os processos e eficiência na comunicação entre cadeias de produção ou de logística. Toda e qualquer comunicação entre sistemas passa a ser dinâmica e principalmente segura, pois não há intervenção humana.
Essencialmente, o Web Service faz com que os recursos da aplicação do software estejam disponíveis sobre a rede de forma normalizada. Outras tecnologias fazem a mesma coisa; por exemplo, os browsers da Internet acessam as páginas Web disponíveis usando por norma as tecnologias da Internet, HTTP e HTML. No entanto, estas tecnologias não são bem-sucedidas na comunicação e integração de aplicações. Existe uma grande motivação sobre a tecnologia Web Service pois possibilita que diferentes aplicações se comuniquem entre si e utilizem recursos diferentes.
Utilizando a tecnologia Web Service, uma aplicação pode invocar outra para efetuar tarefas simples ou complexas mesmo que as duas aplicações estejam em diferentes sistemas e escritas em linguagens diferentes. Por outras palavras, os Web Services fazem com que os seus recursos estejam disponíveis para que qualquer aplicação cliente possa operar e extrair os recursos fornecidos pelo Web Service.

3-              Formatos

Alguns anos atrás o padrão para transmissão de dados genérica era o XML (eXtensible Markup Language). O protocolo SOAP ficou bastante famoso e com o crescimento do JAVA esse tipo de documento era muito comum. Até hoje existem inúmeras aplicações que consomem serviços usando XML.
No entanto, com a popularização da linguagem Javascript e diversos avanços nas tecnologias que permeiam os Web Services, foi criada uma alternativa para o XML que é o JSON (JavaScript Object). Esse tipo de objeto permite que dados sejam trocados com um formato mais simples do que o XML. A popularização dos servidores chamados de REST foi um grande divisor de águas no mundo dos Web Services. 

Nenhum comentário

Conta pra mim sua opinião!

Fale comigo