O que esperar de um professor de informática / ciência da computação?
Será que você tem as expectativas corretas quanto aos seus professores? O que devemos esperar desses profissionais na nossa formação?

O que esperar de um professor de informática / ciência da computação?

Nesse post vou discutir um pouco sobre o que você deve esperar (ou não) de um professor de informática / ciência da computação. Além disso, vou mostrar alguns pontos para você avaliar se suas expectativas quanto a esse profissional estão alinhadas com a realidade.

Antes de ler esse post, preciso avisar que até a data de publicação eu diria que 90% da minha experiência é como aluno e não como professor. No entanto, sempre tive muito interesse em ser um profissional da área e observei por longos anos como eles se comportam. Sendo assim, meu objetivo aqui não é “puxar o saco” dos professores ou dos alunos, nem muito menos rebaixar as dores de ninguém. Meu real objetivo é apresentar minha visão e abrir esse diálogo. Portanto, fique à vontade para colocar nos comentários desse post a sua visão sobre o assunto sempre de forma muito respeitosa com os profissionais da área e também com os alunos.

Algumas das histórias que estão relatadas nesse post foram resultado da convivência com vários tipos de professores e também com colegas da área. As histórias apresentadas ilustram situações reais que eu mesmo já vi acontecendo ou presenciada por amigos. Cada uma das situações buscam ilustrar algo que você deve (ou não) esperar de um professor.

Você gosta de artigos sobre educação e ensino? Veja aqui vários outros artigos sobre isso.

Você realmente sabe o que um professor (universitário) faz? Caso tenha dúvidas, veja esse artigo.

Obrigações do professor 

O professor ao assumir uma turma adquire diversos deveres diante dos alunos, no entanto, vamos combinar né? Nem sempre os profissionais cumprem todos esses deveres. Por esse motivo existem os regulamentos e as instituições de ensino geralmente possuem um código de ética. Em muitos casos esses deveres variam de acordo com a instituição, mas existe um consenso entre a maioria deles sobre alguns pontos.

Alguns exemplos de obrigações dos professores são:

1- Comprometimento e pontualidade  

Professores devem ser comprometidos com a sua tarefa e também com a pontualidade nas entregas de trabalho ou então correção de provas. Quem nunca teve um professor que deixava para corrigir as provas meses depois (alguns nem corrigiam as notas simplesmente apareciam no sistema)?

O comprometimento também inclui sempre estar atualizado com as tendências do mercado ou então em buscar exemplos e trabalhos consonantes com a realidade do profissional que ele está formando. Imagine um programador que ensina uma Assembly para seus alunos, será que essa linguagem vai suprir as necessidades dos alunos hoje? Sendo assim, todos os professores devem ser comprometidos a revisar suas aulas todos os anos em um processo de melhoria contínua.

2- Ganho de ritmo de aprendizado 

Aprender usando materiais assíncronos (YouTube, Alura, Udemy) pode ser muito bom. No entanto, com tantos materiais disponíveis para o aluno de computação fica evidente que o papel do professor é facilitar o acesso dos alunos a conteúdo. Ter um bom professor significa que você pode contar com esse profissional para ajudar na sua jornada pelo conhecimento. 

Anos atrás tive um colega que me disse que precisava trocar de área e gostaria de aprender Java para web. Então iniciou sua jornada com ajuda de um amigo para guiá-lo e saiu do zero para um CRUD completo e funcional usando Java e alguns frameworks. Em pouquíssimo tempo ele disse que compreendeu muito bem o conteúdo e continuaria estudando. 2 anos depois recebi notícias desse colega dizendo que estava ganhando mais dinheiro do que nunca e muito feliz com o emprego na área.

3- Auxílio para resolução de problemas

O professor pode sim propor novos desafios para seus alunos, no entanto, em muitos casos é necessário que o professor também apresente soluções que ajudam o aluno a chegar ao ponto desejado. Não adianta apenas “jogar” um problema no quadro e esperar que as pessoas resolvam e aprendam sozinhas.

O professor deve ser um catalizador em meio aos seus alunos e ajudar na resolução de problemas que claramente não podem ser superados sem apoio.

O que você não deve esperar de um professor?

Ser professor significa que você vai lidar com inúmeros tipos de alunos (muitas vezes ao mesmo tempo) e isso é um grande desafio para qualquer pessoa. Porém, existem alguns aspectos que os professores realmente não são obrigados a lidar, especialmente, quando estamos tratando de alunos que não levam a sério o período dos estudos.

Portanto, eu agrupei abaixo alguns pontos que acredito que não sejam obrigações dos professores. Fique atento, se você espera algo assim do seu professor, está na hora de rever seus conceitos.

1- Milagres 

Lembre-se, um professor não é Jesus para que ele multiplique suas horas em 6 meses. Portanto, a menos que você tenha uma salinha de treinamento igual aquela que o Goku de Dragon Ball Z tivera seus dias multiplicados em anos para treinar para sua batalha, não espere que isso vá acontecer no seu ano letivo.

Uma vez um amigo queria resolver um problema bastante específico sobre programação web. Então ele me contou que havia tentado contratar alguém para ajudá-lo mas ele estava desapontado visto que não havia encontrado ninguém disposto. Perguntei a ele como ele havia abordado alguém para ajudá-lo.

Então ele disse: “então, entrei em contato com a pessoa e propus que dividíssemos uma hora assim: nos primeiros 10 minutos uma introdução de como programar na web, a seguir nos próximos 30 minutos poderíamos programar um aplicativo e o que sobrar seria usado para tirar dúvidas”.   

Nesse momento entendi o que aconteceu.

Então disse ao meu amigo que o contato não deu certo devido a quantidade de conhecimento que precisaria ser passado em pouco tempo. Ou seja, meu amigo precisava de um milagre, não de uma ajuda.     

2- Tirar dúvidas sobre qualquer coisa a qualquer hora

Professores possuem vida pessoal, amorosa, lazer e tudo mais que um ser humano precisa. Então não pense que seu professor está o tempo todo conectado ao seu problema.

Mesmo que os professores tenham boa vontade de ajudar seus alunos, tenham a consciência que eles não são obrigados a resolver seus problemas a qualquer hora. Saiba que se o problema foi dado como tarefa complementar, “quebrar a cabeça” também faz parte disso. Então, peça ajuda, mas não seja folgado e não espere as coisas ” caírem do céu” nas suas mãos.

Imagine a seguinte situação, você é professor e passa uma tarefa para seus alunos. No dia seguinte, você sai para fazer compras no mercado e recebe algumas mensagens dos alunos, mesmo estando fora de horário de atendimento, ouve os áudios que questionavam sobre detalhes da tarefa. Você responde algumas coisas pontuais, porém isso continua se repetindo e os alunos começam a te ligar. Você atende, mas após 15 minutos, a conversa chega em um ponto que você está dando aula via áudio no mercado.

Nesse momento o professor responde: “nesse momento estou ocupado em outra tarefa, infelizmente não posso responder esse tipo de questão… para isso seria necessário resolver em outro momento”. Depois disso os alunos dizem: “professor é o maior mentiroso, disse que ia ajudar mandou a gente se virar”.  

Fica a lição, algumas vezes as pessoas não tem horário para trabalhar passam do limite e esperam que você fique disponível 100% do tempo. Não é difícil encontrar pessoas que trabalham/estudam aos sábados, domingos, feriados, madrugadas e geralmente essas pessoas acham que você precisa estar disponível também. Portanto, seja consciente e compreenda que as pessoas não são obrigadas a se encaixarem na sua pressa ou nos seus anseios.  

3- Trabalho gratuito

Todo professor precisa ser remunerado pelo seu trabalho, principalmente, porque seu tempo é extremamente limitado e não pode ser expandido infinitamente. Não espere que seu professor faça tudo “por amor a profissão” porque no final do dia existem boletos para serem pagos.

E ai? O que você acha que é obrigação dos seus professores?

Deixa nos comentários suas opiniões sobre o assunto.

Vinicius dos Santos

Apenas um apaixonado por Ciência da Computação e a forma com que ela pode transformar vidas!

Deixe um comentário

3 − dois =